“O exame de DNA pode ser feito na gravidez?”

Sim. Porém, é  somente recomendado se for em caso de extrema necessidade. Essa explicação se dá pois todos os métodos de coleta de material fetal são invasivos oferecendo risco de aborto de até 1%, dependendo das circunstâncias envolvidas.

A coleta de material biológico do feto (coletas: ‘viro-corial’ entre a 9ª e 14ª semana; ‘amniocentese’ entre a 15ª e a 20ª  semana; ‘cordocentese’ após a 20ª semana de gestação) deverá ser realizada em clínicas especializadas, por ginecologista com auxilio de ultrassonografista, com consentimento das partes e, claro, entendimento dos riscos possíveis. O e-DNA, no entanto, recomenda que o exame de DNA seja realizado após o nascimento da criança, utilizando métodos menos invasivos e de coleta mais fácil.

Deixe sua pergunta no nosso Formspring.

17 thoughts on ““O exame de DNA pode ser feito na gravidez?”

  1. conceição says:

    por favor gostaria de saber;
    minha mãe é o rh positivo
    eu sou a positivo
    meu pai é negativo
    a minha mae sendo o positivo,eu poderia ser a positivo?
    minha mae ja é falecida, eu poderia fazer o dna com um dos meus irmãos
    obrigado
    conceição
    concei-ao17@hotmail.com

  2. Ana says:

    Meu esposo tem um filho fora do casamento, mas ele tem duvidas se esse filho é realmente dele! Seria possível um exame de DNA feito sem qua a mãe do menino soubesse? Qual seria o material usado no exame? E quanto custa esse exame?
    Obrigada

  3. bartira says:

    presizo fazer um exame de dna. pois o pai do meu beber n que asumir e so tenho 3 mes de gravida o que fasso o risco do meu beber morre fazendo o dna com 3 meses e grande

  4. e-DNA says:

    Olá,

    O exame de DNA pode ser feito na gestação, com consentimento das partes e, claro, entendendo todos os riscos possíveis. Porém, o e-DNA recomenda este tipo de exame somente em casos de extrema necessidade. Por questões éticas não realizamos exames de DNA em gestantes.

    Acesse este link para mais detalhes: http://www.e-dna.com.br/blog/o-exame-de-dna-pode-ser-feito-na-gravidez/

    Em caso de dúvidas entre em contato conosco pelo telefone 0800 39 66 00 ou pelo e-mail: atendimento@e-dna.com.br

    O e-DNA agradece o contato

  5. Andressa says:

    Prezada Elisangela, boa tarde.

    O exame de investigação de paternidade por DNA pode ser feito na fase pré-natal. Há duas técnicas: Invasiva ou não-invasiva. Para ambas se faz o preenchimento de uma documentação e o consentimento do suposto pai. No caso da técnica invasiva, deve ser colhida amostra do líquido amniótico, de fragmentos da placenta ou do sangue do cordão umbilical. Esse procedimento deve ser realizado por um médico e somente após a 14ª semana de gestação. Já no método não-invasivo, colhem-se amostras de sangue da mãe e do suposto pai, sem qualquer interferência direta no bebê. Embora seja um método simples na fase coleta e sem riscos, a técnica não-invasiva envolve uma maior complexidade na realização dos exames e por isso seu custo é maior: R$6.420,00. Na técnica invasiva o custo é de R$2.700,00, mas não inclui qualquer despesa com a fase de coleta.

    Permanecemos a disposição.

    Atendimento ao cliente
    Equipe e-DNA
    0800 039 6600

  6. pyetra rodrigues says:

    Oi meu nome e pyetra,estou gravida de 5 meses e meu ex marido duvido que o filho seja dele eu posso fazer esse exame de dna cm 5 meses de gestaçao?quais os ricos para meu filho?

  7. Andressa says:

    Prezada Pyetra, bom dia.

    Sim. Porém, é somente recomendado se for em caso de extrema necessidade. Essa explicação se dá pois todos os métodos de coleta de material fetal são invasivos oferecendo risco de aborto de até 1% dependendo das circunstâncias envolvidas.
    A coleta de material biológico do feto (coletas: ‘viro-corial’ entre a 9ª e 14ª semana; ‘amniocentese’ entre a 15ª e a 20ª semana; ‘cordocentese’ após a 20ª semana de gestação) deverá ser realizada em clínicas especializadas, por ginecologista com auxilio de ultrassonografista, com consentimento das partes e claro entendimento dos riscos possíveis. O e-DNA no entanto recomenda que o exame de DNA seja realizado após o nascimento da criança, utilizando métodos menos invasivos e de coleta mais fácil. Todo o processo é presencial, nosso Laboratório esta localizado em Vitória-ES.

    Ficamos à disposição para qualquer informação adicional.

    Atendimento ao cliente
    Equipe e-DNA
    0800 039 6600
    http://www.e-dna.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>